QEdu

Taxas de Rendimento (2015)

Conheça a proporção de alunos com reprovação ou abandono em 2015 segundo indicadores do INEP.

! Conheça o conceito de Taxas de Rendimento

2015
Urbanas e rurais
Etapa Escolar Reprovação Abandono Aprovação
Anos Iniciais 5,8% 902.890 reprovações 1,0% 153.221 abandonos 93,2% 14.506.294 aprovações
Anos Finais 11,1% 1.376.686 reprovações 3,2% 393.448 abandonos 85,7% 10.598.674 aprovações
Ensino Médio 11,6% 922.910 reprovações 6,8% 545.949 abandonos 81,6% 6.514.218 aprovações

Detalhamento por ano escolar

Anos Iniciais Reprovação Abandono Aprovação
1º ano EF 1,4% 41.165 reprovações 0,9% 26.463 abandonos 97,7% 2.872.676 aprovações
2º ano EF 2,5% 74.698 reprovações 0,7% 20.916 abandonos 96,8% 2.892.291 aprovações
3º ano EF 10,5% 347.616 reprovações 1,0% 33.107 abandonos 88,5% 2.929.904 aprovações
4º ano EF 7,2% 226.544 reprovações 1,1% 34.611 abandonos 91,7% 2.885.288 aprovações
5º ano EF 6,7% 212.868 reprovações 1,2% 38.126 abandonos 92,1% 2.926.138 aprovações
Anos Finais Reprovação Abandono Aprovação
6º ano EF 13,8% 476.790 reprovações 3,3% 114.015 abandonos 82,9% 2.864.192 aprovações
7º ano EF 12,2% 378.764 reprovações 3,2% 99.348 abandonos 84,6% 2.626.506 aprovações
8º ano EF 9,6% 287.778 reprovações 3,1% 92.929 abandonos 87,3% 2.616.981 aprovações
9º ano EF 8,3% 233.356 reprovações 3,1% 87.157 abandonos 88,6% 2.490.997 aprovações
Ensino Médio Reprovação Abandono Aprovação
1º ano EM 16,6% 530.928 reprovações 8,8% 281.456 abandonos 74,6% 2.385.975 aprovações
2º ano EM 10,1% 263.765 reprovações 6,3% 164.527 abandonos 83,6% 2.183.240 aprovações
3º ano EM 5,9% 128.219 reprovações 4,6% 99.967 abandonos 89,5% 1.945.004 aprovações

Fonte: Censo Escolar 2015, Inep. Classificação não oficial.

Acima de 5%

A situação indica a necessidade de definir estratégias para conter o avanço da evasão escolar.

Acima de 15%

A situação indica que é preciso intervir no trabalho pedagógico o mais rápido possível, pois muitos estudantes poderão ficar fora da escola. Índices altos de reprovação ou abandono escolar também podem aumentar a distorção idade-série.

Ajuda e Conhecimento

Rendimento Escolar

Ao final de um ano letivo, alunos matriculados em escolas públicas brasileiras podem ser aprovados, reprovados ou abandonar os estudos. A soma da quantidade de alunos que se encontram em cada um destas situações constituem a Taxas de Rendimento:

Aprovação + Reprovação + Abandono = 100%

Saiba mais

Distorção Idade-Série

Quando o aluno reprova ou abandona os estudos por dois anos ou mais, durante a trajetória de escolarização, ele acaba repetindo uma mesma série. leia mais.

Nesta situação, ele dá continuidade aos estudos, mas com defasem em relação à idade considerada adequada para cada ano de estudo, de acordo com o que propõe a legislação educacional do país. Trata-se de um aluno que será contabilizado na situação de distorção idade-série.

Entenda melhor a relação das taxas de rendimento com a distorção idade-série.

Quer dados de distorção idade-série no QEdu? Vote nesta idéia

Progressão Continuada

A progressão continuada é uma forma de organização escolar que visa a garantir o acesso e a permanência do aluno à escola. leia mais.

Uma de suas características é composição do ensino por ciclos de aprendizagem, que pressupõem a não-reprovação ou repetência do aluno por um período que pode variar entre dois e quatro anos.

É uma prática que poissibilita o combate à evasão escolar, à distorção idade-série e a prevenção da repetência. Ela vem sendo adotada em redes de educação de estados e municípios, mas é um assunto polêmico em alguns contextos. Saiba mais sobre este conceito.

Saiba mais sobre este conceito.

Materiais Complementares

Download dos Dados

Baixe as planilhas de taxas de rendimento dos estados brasileiros

Estados do Brasil
Anos Iniciais
Estados do Brasil
Anos Finais
Estados do Brasil
Ensino Médio

Notas Técnicas

Os dados de Taxa de Rendimento foram obtidos diretamente de planilhas divulgadas pelo INEP na página de Indicadores Educacionais

O INEP divulga apenas as porcentagens.
Os valores absolutos (número de alunos) foram calculados pela Meritt a partir das matrículas do Censo Escolar 2015.

Portanto, os dados absolutos devem ser considerados como valores aproximados, principalmente por que alguns alunos podem possuir matrículas duplicadas no Censo Escolar.

Dúvidas? Fale com a equipe QEdu

Descubra mais ideias sobre educação em nosso Blog