QEdu

Professora Iracema Vizzotto: Ideb 2011

O Ideb é calculado com base no aprendizado dos alunos em português e matemática (Prova Brasil) e no fluxo escolar (taxa de aprovação). Veja o Ideb da escola

Imprimir

EMEF PROFESSORA IRACEMA VIZZOTTO

O Ideb 2011 nos anos iniciais da rede municipal atingiu a meta, cresceu e alcançou 6,0. Tem o desafio de manter o Ideb.

Aprendizado

6.18

Quanto maior a nota,
maior o aprendizado

Fluxo

0.98

Quanto maior o valor,
maior a aprovação

Ideb

6.0

Meta para a escola
4.20

Situação da escola

Análise do Ideb 2011
Manter
  • Atingiu a meta
  • Cresceu o Ideb
  • Alcançou 6.00

Fonte: QEdu.org.br. Dados do Ideb/Inep (2011). Organizado por Meritt (2014)

Indicador de fluxo

Ver evolução histórica

0.98

A cada 100 alunos, 2 não foram aprovados

Para saber mais

Consulte o Censo Escolar para saber mais sobre o fluxo do alunos neste local: veja dados de aprovação, reprovação e abandono e distorção idade-série de todas as séries do Ensino Básico.

Como é calculado o fluxo?

O fluxo é calculado a partir das médias das taxas de aprovação em cada série. O cálculo é equivalente a:

  • somatório das
    taxas de aprovação
    em cada ano escolar
  • fluxo
  • número de anos
    escolares avaliados

Um indicador de fluxo igual a 1 significa uma taxa de aprovação de 100% em todos os anos escolares do segmento. Quanto maior o valor, maior a aprovação.

Evolução das taxas de aprovação nos anos iniciais

Voltar
1ᵒ ano
6 anos
  • 100.0% 2011
  • 95.0% 2009
  • 100.0% 2007
  • 94.1% 2005
2ᵒ ano
7 anos
  • 100.0% 2011
  • 88.0% 2009
  • 97.9% 2007
  • 85.3% 2005
3ᵒ ano
8 anos
  • 100.0% 2011
  • 97.9% 2009
  • 93.3% 2007
  • 87.3% 2005
4ᵒ ano
9 anos
  • 94.0% 2011
  • 85.2% 2009
  • 97.3% 2007
  • 88.9% 2005
5ᵒ ano
10 anos
  • 95.7% 2011
  • 94.3% 2009
  • 98.8% 2007
  • 60.0% 2005

Fonte: QEdu.org.br. Dados do Ideb/Inep (2011). Organizado por Meritt (2014)

Indicador de Aprendizado

Ver evolução histórica

6.18

Nota padronizada em português e matemática de acordo com a Prova Brasil

O indicador de aprendizado varia de 0 até 10 e quanto maior, melhor. Porém o 10 é praticamente inatingível - significaria que todos alunos obtiveram rendimento esperado.

Para saber mais

Consulte a aba Aprendizado adequado para saber mais sobre o desempenho dos alunos em português e matemática.

  • Português Média da Proficiência 212.79 Essa média pode variar de 125 a 349
  • Matemática Média da Proficiência 227.83 Essa média pode variar de 125 a 424

Apesar da escala Saeb (ao lado) variar até a pontuação de 500, as habilidades mais complexas em português estão concentradas no nível 9 (325 a 349) e para matemática no nível 12 (400 a 425). As habilidades de níveis acima não são avaliadas pela Prova Brasil.

Como funciona a escala do aprendizado?

De acordo com o Inep, utilizando a escala Saeb, o aprendizado dos alunos pode ser distribuído em níveis:

  • Nível 0 - Abaixo de 125
  • Nível 1 - De 125 a 149
  • Nível 2 - De 150 a 174
  • Nível 3 - De 175 a 199
  • Nível 4 - De 200 a 224
  • Nível 5 - De 225 a 249
  • Nível 6 - De 250 a 274
  • Nível 7 - De 275 a 299
  • Nível 8 - De 300 a 324
  • Nível 9 - De 325 a 349
  • Nível 10 - De 350 a 374
  • Nível 11 - De 375 a 399
  • Nível 12 - Acima de 400

Evolução das notas da Prova Brasil no 5° ano

Voltar

Português

  • 212.79 2011
  • 189.93 2009
  • 183.21 2007
  • 157.05 2005

Matemática

  • 227.83 2011
  • 208.76 2009
  • 203.79 2007
  • 173.83 2005
Aprendizado adequado

Saiba mais sobre o aprendizado dos alunos: com base nos resultados da Prova Brasil, é possível calcular a proporção de alunos com aprendizado adequado à sua etapa escolar.

As médias não são comparáveis entre si.

Fonte: QEdu.org.br. Dados do Ideb/Inep (2011). Organizado por Meritt (2014)